Literatura Gospel



X

Pequenas Gentilezas - Casamento (Parte II)

Amadurecendo juntos no sentimento verdadeiro do amor

O verdadeiro amor é bem diferente da paixão carnal, pois o verdadeiro amor não quer somente ser servido, ele está mais interessado na felicidade do outro e o seu foco está em servir e não em ser servido.

Ouvi certa vez alguém dizer, que se você quer ser feliz no seu casamento então entre nele com o objetivo de fazer o outro feliz.

A pessoa que está simplesmente apaixonada, quer ser servida; Ela sempre terá o foco em pedir e exigir, ela dirá sempre:

- Faz isso para mim ou faz aquilo por mim.
- Você tem que pensar em mim.
- Você tem que viver pra mim, etc
O amor possessivo é uma característica da paixão carnal, mas o amor ágape pergunta:
- O que eu posso fazer por você?
- Em que posso ajudar?

Aquele que apenas tem uma paixão carnal e momentânea, cobra amor, exige ser servido, não divide a pessoa amada com ninguém, nem mesmo com Deus, tem ciúmes até mesmo da sombra, pois a paixão é como grande monte de palhas, que você joga fogo e causa aquele fogaréu.

A maior declaração de amor que alguém pode fazer, é dizer para a pessoa amada que ela está em segundo lugar na sua vida, e que existe alguém que é mais importante do que ela, Deus.

Quando amamos mais a Deus do que nossa esposa, esposo ou filhos, estamos declarando que o amor que sentimos por eles é fruto do processo de transformação em nosso coração.

“Foge também das paixões da mocidade, segue a justiça, a fé, o amor e a paz” (II Tim. 2:22).

Segundo especialistas a paixão tem hora para se apagar, mas o amor tem com o tempo um grande aliado. Quanto mais o tempo passa, mais o amor se desenvolve, mas a paixão carnal, com o tempo se definha, se acaba.

Conheço casais que passam dias e até semanas sem olhar um para o outro ou mesmo sem trocar uma só palavra, e isso é pecado, é fruto de alguém egocêntrico, Deus criou o casamento com o objetivo de ser benção e não peso.

Existem casais que abençoam as pessoas na igreja, oram por elas, pregam ou fazem coisas boas para as pessoas na igreja as abençoando, mas não conseguem abençoar a sua própria família, não oram com a sua esposa e filhos, não tem uma atitude de servir ou de honrar aqueles que Deus colocou como tesouro de suas vidas, que é a sua família, mas para as pessoas na igreja elas dão o seu melhor, sempre estão dispostos a dar carona para os amigos, mas quando a sua esposa pede para levá-la a algum lugar, ou para o salão de beleza, faz com um semblante amarrado e sem vontade, batendo a porta do carro e sem dar ao menos uma palavra de estimulo.

O amor vem crescendo gradativamente, quanto mais o tempo passa, mais o sentimento cresce. É uma doação de vida para o outro. (João 3:16).

Lembro de quando fui pedir minha esposa em casamento, eu fiz uma poesia pra ela, me preparei com antecedência e pensei em cada detalhe, queria fazê-la sentir-se a mulher mais amada do mundo, então a levei pra jantar num restaurante, e no final do jantar eu disse pra ela o quanto a amava, e que queria fazer algo que demonstrasse o meu amor por ela, fiquei em pé, diante de todas as pessoas
daquele lugar e pedi um minuto da atenção de todos, e então li a poesia para ela e depois diante daquele público que ficou atônito, fiz o pedido de casamento, e é claro que ela aceitou imediatamente, quando eu olhei para as mesas do restaurante, havia vários casais, algumas pessoas chorando em ver aquilo, pois as pessoas não estão acostumadas em ver demonstrações de amor em público, tenho certeza que aquele dia marcou a minha vida e a vida da minha esposa.

Mais isso não pode faltar mesmo depois do casamento, sempre quando posso nas minhas pregações, paro e olho dentro dos olhos dela e faço a minha declaração de amor.

É tão bom poder dizer o que eu sinto por ela, que realmente é preciosa para mim, sabe depois que nós casamos o amor que eu sinto por ela mudou muito, pois hoje eu a amo muito mais do que naquele dia que fiz aquela declaração de amor, e cada dia a amo mais e mais.

Existe hoje em dia a cultura do príncipe encantado, que vem num cavalo branco buscar a princesa, essa história é uma grande mentira do inferno, e isso fez muito mal para as pessoas, levando-as á uma visão que existe um casamento perfeito, isso é impossível, pois não existe nenhuma pessoa
perfeita, conseqüentemente segundo essa premissa, não existe casamento perfeito, existe sim um casamento feliz e abençoado por Deus.

Não espere que as pessoas nunca irão errar com você, pois você não pode afirmar que também nunca irá errar com as elas.

O casamento é como um prédio, ao ser construído ele passa por várias etapas, até que possamos juntos construir um lindo e maravilhoso relacionamento, regado pelo amor de Jesus em nossas vidas.

Sou grato a Deus pelo meu relacionamento com minha esposa, já passamos juntos por muitos momentos difíceis, que parecia que não íamos aguentar, mais juntos nós nos apoiamos um no outro e isso somente nos fortaleceu.

Tentamos por mais de cinco anos ter um filho porque era uma promessa de Deus para nossas vidas, mas um dos momentos difíceis que passamos foi quando ela engravidou e depois de um mês e meio de gestação, ela perdeu nosso filho. Deus sabe o que faz, mas foi um momento difícil em nossa vida,
choramos muito e agradecemos a Deus mesmo não entendendo aquele momento tão difícil.

Use de momentos difíceis em seu relacionamento para fortalecer as bases, pois o casal que está disposto a construir juntos um relacionamento, será feliz, e isso não é uma conquista apenas de um, é através de anos de lutas e de batalhas que conquistamos coisas duradouras, e isso faz do
relacionamento mais firme e duradouro, e mesmo que venham as lutas, você não vai estar sozinho ou sozinha, porque Deus colocou ao seu lado, alguém para se apoiar e caminhar em fé e esperança.
Geralmente a nossa tendência, diante das adversidades é descontar no outro aquilo que tem nos frustrado, mas essa atitude precisa ser revista, não é hora de acusações ou mesmo cobranças é hora de companheirismo e de ajuda mútua, precisamos aprender a não descontar nossos problemas um no outro.

Nos momentos difíceis em nosso casamento, aprendemos a depender de Deus. Certa vez havia acabado todos nossos recursos e a nossa dispensa já não tinha nada, então comecei a ficar nervoso, pois mesmo sendo fiel a Deus, Ele queria me ensinar a depender mais dele, não falamos pra ninguém daquela situação que estávamos passando, e minha esposa me abraçou e me confortou o coração e me disse pra ficar tranqüilo, pois Deus nunca tinha nos deixado passar fome, mais eu particularmente não via saída, ela me disse: Vamos orar e pedir a Deus pois ele sempre nos honrou; oramos e entregamos aquela situação nas mãos de Deus, meia hora depois, alguém apertou a campainha de casa, e disse que
alguém que não se identificou estava mandando uma compra para um mês inteiro, com carne, produtos de limpeza, produtos de higiene pessoal, enfim tudo que estávamos necessitando, pois Deus é fiel quando colocamos nossa confiança nele, e paramos de ficar criticando ou murmurando pelos cantos ou mesmo descontando nossas frustrações uns nos outros.

Aprendemos naquela situação que diante de adversidades Deus nos usa na vida um do outro, quando seu cônjuge não tiver fé, pegue na mão dele e o ajude a ver o mundo espiritual e como casal, vocês tem autoridade de mudar aquilo que estão vendo, mesmo que aparentemente vocês não vejam saída, saibam que a fé remove montanhas e quando junto com o seu cônjuge você concorda com a benção em sua vida, o mundo espiritual é ativado e vocês verão muitos milagres.

Deus nunca nos prometeu que quando entregamos nossas vidas a Ele seria um mar de rosas, mas prometeu que passaríamos aflições, mas quando temos um ao outro num relacionamento de casamento, é necessário cumplicidade e harmonia, concordância com a bênção de Deus em nossas vidas.

Use das adversidades para crescer em intimidade com sua esposa, e você esposa use dos momentos difíceis para ser sustentação para o seu marido, não entre em desespero, pois isso demonstra falta de fé, e sem fé você nunca verá os milagres de Deus em sua vida e na vida da sua família.

Quantas vezes eu tive que usar de fé e de esperança diante de situações difíceis, a nossa tendência é descontar um no outro diante de situações de pressão, mas isso é uma atitude não inteligente, quantos maridos agridem verbalmente suas esposas, quando o patrão não deu o aumento que ele tanto
esperava, ou esposas que porque estão nervosas ou irritadas por causa do choro ou problemas com filhos descontam em seus maridos suas crises.

Essas situações são oportunidades para se unir mais ainda, de orar juntos e de concordar com as promessas de Deus, na vida da sua família.

Lembro-me de uma situação muito difícil que passei com minha querida esposa, foi na semana que ela fazia aniversário, tivemos um contratempo financeiro e eu estava sem dinheiro para poder dar uma simples lembrança para ela, a minha vontade era dar um livro que ela queria muito, fiquei muito chateado e falei com ela, lembro-me que a abracei e chorando disse pra ela que não tinha dinheiro para poder dar nada naquela data tão especial, para nós, ela com um sorriso no rosto me abraçou e me amparou, descansei em Deus e no dia do aniversário dela, recebi uma oferta de uma pessoa que Deus havia tocado o coração, no valor exato do livro que eu queria dar para ela, foi quando comprei o presente e ainda sobrou dinheiro, isso é o resultado de confiar em Deus e de não ceder a tentação de murmurar por causa das adversidades.

A vida conjugal não é feita apenas de momentos de alegria e de prazer, é também feita de momentos difíceis e de muitas adversidades, então aprenda a usar dessas situações para que seu casamento seja solidificado, como um jardim regado plantado pelo Senhor.

O amor ágape é estar apaixonado pela sua esposa ou pelo seu esposo permanentemente, sem desejar fazer trocas, é fazer o bem sem esperar algo em troca, é gostar de estar perto pelo simples fato de se sentir amparado um pelo outro, é sentir necessidade de um olhar que demonstre afeto, mesmo que em meio às lutas sabermos que não estamos sozinhos e que não vamos abandonar o barco por nada, o
seu casamento é o lugar que Deus irá fazer grandes milagres.

LEIA TAMBÉM A PARTE I DESSE ARTIGO, clique aqui!!!



Por: Jessé Wesley e Michelle Damin - Pequenas Gentilezas - No Teu Esconderijo Editora