Literatura Gospel



X

O líder que Deus procura

O líder deve ser uma pessoa irrepreensível em tudo

1. Quanto a Sua Moral:

a) Irrepreensível: o líder deve ser uma pessoa irrepreensível em tudo porque qualquer defeito em sua vida poderá vir a ser reproduzido na vida dos outros membros da Igreja. É ser uma pessoa respeitadora, que não tenha com o que possam acusar, sem manchas (Lc 1.5,6).

b) Esposo de uma Só Mulher: a moral do líder deve ser exemplar. Isso é evidenciado logo
por sua total devoção a sua esposa (1Tm 3.2; Tt 1.6).

2. Quanto ao Seu Modo de Viver:

a) Temperante: é ser equilibrado. Ser equilibrado em seus atos. Uma pessoa moderada, para que isso seja possível, deve ser vigilante para que não venha ser levado aos extremos por qualquer paixão. (Tt 2.2).

b) Sóbrio: é equilibrado ou moderado em seu modo de pensar. Uma pessoa sensata, ajuizada. Ao tomar decisões usa de sabedoria (1Tm 3.2; 2Tm 4.5; 1Pe 1.13).

c) Modesto: é equilibrado ou moderado em seus próprios desejos. Alguém que é despretensioso, tendo como sua única ambição servir ao Senhor. Simplicidade no modo de se apresentar, de falar de si mesmo (1Tm 3.2).

3. Quanto ao Seu Serviço:

a) Hospitaleiro: para o desempenho do seu serviço, torna-se essencial para o líder esta qualidade. Ele deve demonstrar a sua bondade e dar exemplo para com todos no sentido de ser um bom hospedeiro em sua própria casa (Rm 12.13; Hb 13.2; 1Tm 3.2; Tt 1.8).

b) Apto para Ensinar: o líder precisa ter uma certa aptidão para ensinar. Entre os crentes sempre há a necessidade de ensino e esta oportunidade não deve de forma alguma ser negligenciada pelo líder, ele deve procurar aproveitá-la ao máximo possível. Ele deve ensinar a outros e treinar líderes (1Tm 3.2; Tt 1.9).

4. Quanto às Suas Atitudes:

a) Não Dado ao Vinho: isto demonstra domínio de si mesmo. O líder deve procurar ter domínio próprio e fazer com que não tenha apetites carnais (1Tm 3.3; Tt 1.7).

b) Não Violento: também requer o domínio próprio. É alguém que não é dominado pela ira. Não descarrega seus problemas ou anseios e dificuldades sobre outrem (1Tm 3.3; Tt 1.7).

c) Cordato: justamente o contrário do homem que é violento em modo de agir. É alguém cuja natureza é calma, prudente e bem controlado. Pessoa que tem bom senso. É moderado em sua forma de agir (1Tm 3.3; Tt 3.2).

d) Inimigo de Contendas: o seu modo de vida despreza a competição com uma outra pessoa. Não usa de rivalidades. Não entra em lutas com outra pessoa (1Tm 3.3; 1Co 1.11; 3.3).

e) Não Avarento: não é uma pessoa escrava do desejo de acumular riquezas para si. Não é dominado pela avareza, não tem apego demasiado ou sórdido pelo dinheiro (1Tm 3.3).

f) Governe Bem Sua Própria Casa: não assume o papel de ditador. A sua autoridade deve ser moral e espiritual, usando para isso a autoridade da Palavra de Deus (1Tm 3.4).

g) Criar os Filhos Sob Disciplina: se ele, na qualidade de líder, não sabe governar a sua própria casa e seus próprios filhos, “como cuidará da Igreja de Deus?” (1Tm 3.4).

h) Respeitoso: sabemos que “é necessário” ter essa qualidade. Como se pode respeitar um homem que não tenha convicções, fala sempre de acordo com o pensamento de seus ouvintes? Ele deve ser uma pessoa de “uma só palavra” (1Tm 3.4)


Por: PR. Cleverson de Abreu Faria - Princípios para uma Boa Liderança